Barbearia: 4 dicas para fazer alisamento de cabelo nos homens

barbearia.jpg

Todo mundo sabe que os fios lisos fazem a cabeça de boa parte das mulheres. Sensuais e brilhantes, chamam a atenção por onde passam. Mas sabia que os homens também estão entrando nessa onda? Para isso, a barbearia ganhou outra função: virou lugar de alisamento de cabelo. Para manter o salão sempre antenado às novas tendência, é preciso ter profissionais especializados em alisamento masculino. E você saberia dizer quais são as melhores técnicas e dicas para lidar com esse público? É isso que explicamos a seguir.

1- Entenda a demanda do cliente

Apesar de o machismo perder espaço e os homens terem muito mais liberdade de inovar, poucos sabem como funciona o alisamento de cabelo na barbearia. Por isso, é importante entender qual resultado o cliente deseja alcançar. Por exemplo, ele pode apenas querer um penteado diferente para ir a uma festa ou tem expectativas mais duradouras em relação ao novo visual? Isso faz toda a diferença no tipo de procedimento a ser realizado.

Também é importante destacar que tratamentos mais agressivos podem alterar a textura dos fios – que nem sempre voltam ao estado “virgem” rapidamente. Quanto mais informações os profissionais da barbearia puderem passar, mais satisfeitos os clientes ficarão com o alisamento de cabelo.

É importante também saber um pouco da história de cada um. Se houver probabilidade de calvície, por exemplo, vale considerar uma técnica menos agressiva.

2- Ofereça as opções disponíveis

As técnicas de alisamento de cabelo masculino são basicamente as mesmas do feminino: permanente, relaxamento e modelagem com secador e escova.

A permanente tem resultado mais duradouros e é feita por meio de um processo químico. Os produtos utilizados devem ter uma porcentagem quase nula de formol para não afetarem a saúde do cliente e do profissional. Além disso, é necessário um retoque a cada 3 meses para acertar a raiz.

Já a segunda técnica, de relaxamento, é recomendada aos homens que apresentam fios mais saudáveis. A duração do procedimento vai até o nascimento da nova raiz. Por fim, há também a alternativa de modelar o cabelo com escova e prancha, o que gera um efeito rápido e pouco duradouro – indicado para ocasiões especiais. Nesse caso, indica-se utilizar protetores térmicos para que o processo não ocasione danos aos fios.

Essas são algumas das alternativas mais comuns, mas há também a escova progressiva, escova definitiva, entre outras inúmeras novidades da indústria cosmética.

3- Faça o teste da mecha

O teste da mecha é essencial para um bom alisamento de cabelo e também para verificar se o cliente apresenta alguma reação alérgica aos produtos utilizados. Essa etapa é imprescindível sempre – nos casos de permanente e relaxamento -, pois mesmo uma pessoa que já fez o processo outras vezes pode apresentar alguma mudança em termos de reação.

Nesse sentido, o profissional da barbearia deve aplicar o produto em uma mecha de cabelo e deixá-lo agir de acordo com o tempo indicado nas instruções. Se após esse período o cliente apresentar qualquer tipo de irritação ou coceira, indica-se lavar o local com água abundante e não continuar com o procedimento.

Caso contrário, além de não obter um bom resultado, o profissional pode causar sérios danos à saúde capilar do cliente. Mas, como opção, há sempre a possibilidade de fazer a modelagem com escova e secador, que não apresenta praticamente nenhum risco aos fios – a não ser que seja feita de forma excessiva.

4- Dê as instruções para antes e depois do processo

Quando o cliente estiver ciente de todos os procedimentos e optar por aquele que atenda à sua demanda, é hora de passar algumas instruções para o alisamento de cabelo com procedimentos químicos. Elas são necessárias tanto para que a aplicação seja bem-sucedida quanto para a manutenção posterior.

Antes de fazer o procedimento, o cliente deve ficar de dois a três dias sem lavar os fios. A oleosidade a mais tem a função de proteger o couro cabeludo. Após o processo, recomenda-se o uso de shampoo sem sal, hidratação regular e aplicação de pomadas modeladoras para ajudar no acabamento do fios.

Com todas essas dicas, fica mais simples tomar a melhor decisão de acordo com o que se deseja e o profissional pode executar o trabalho com tranquilidade. Além disso, vale sugerir opções de cortes que valorizem os ondulados e cacheados antes de partir para a química. Nada como uma barbearia que apresente todo esse leque de opções.

Quer conhecer mais dicas de barbearia ou alisamento de cabelo nos homens? Deixe aqui seu comentário que entraremos em contato.